Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq 0,027% 7.424 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

Valor de mercado da Disney pode atingir seu maior ponto na história, diz analista

Valor de mercado da Disney pode atingir seu maior ponto na história, diz analista
(Shutterstock)

Para analista, a empresa americana ainda vai conseguir lucrar muito mais no futuro com empreitadas diversas

SÃO PAULO – Os papéis da Disney (DIS.N) estão finalmente sendo negociados confortavelmente acima dos US$ 100 após a ação se encontrar acima dessa barreira por 35 sessões consecutivas, aponta o site americano Motley Fool. No entanto, a casa de análise Piper Jaffray acredita que este foi apenas o começo para a empresa e elevou seu preço-alvo para o papel para US$ 130,00, o que implicaria em um potencial de valorização de 20,31% em relação ao fechamento do dia 26 de janeiro desse ano.

Stan Meyers, analista da casa, mantém a recomendação de overweight (maior peso na carteira) para o papel e destaca vários fatores que podem ajudar a companhia, incluindo a potencial reforma de taxas nos EUA, o futuro promissor para os filmes da empresa e suas aquisições que podem trazer mais valor.

Nem tudo é cor de rosa para a Disney, no entanto. O próprio analista pondera os problemas com os canais de televisão da empresa, incluindo a ESPN e o Disney Channel. Contudo, para ele, os impactos negativos destas empresas são ofuscados pelo sucesso de seus parques temáticos, lançamentos de filmes e oportunidades de marketing com os produtos já existente. Meyers ainda eleva sua projeção de crescimento anual para a gigante de mídia em um ponto percentual.

Vale lembrar que o pico dos papéis da Disney foi há dois anos, quando ficaram pouco abaixo dos US$ 122, isso foi logo antes da ESPN apresentar problemas e fazer a ação da empresa ser valorizada abaixo dos US$ 100. Assim, caso a previsão do analista venha a se confirmar, isso implicaria em o papel conseguir chegar em seu maior valor da história.

Mesmo com a ação sendo precificada a US$ 130, isso significaria um valuation de apenas pouco menos de 20 vezes o que se espera que ela traga de lucro no próximo ano fiscal, o que é um patamar considerado barato para o setor. Entre a expansão atrasada de alguns de seus parques menos populares e a habilidade de seguir lucrando com a Marvel, a Lucasfilm e a Pixar, o futuro brilha para o império da Disney.

Dê a sua opinião!

4 1
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.