Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq -1,120% 7.713 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

Trump revela detalhes de seu ambicioso plano de corte de impostos e taxas

Trump revela detalhes de seu ambicioso plano de corte de impostos e taxas
(Shutterstock)

Presidente promete fazer muitas mudanças na cobrança de impostos no país, mas primeiro precisa passar sua agenda nas casas legislativas

SÃO PAULO – O presidente americano Donald Trump, junto com o secretário do tesouro Steven Mnuchin, finalmente revelou mais detalhes de seu ambicioso plano de corte de taxas e impostos nos EUA, o qual ele mesmo classificou como “o maior corte de impostos” e a “maior reforma tributária” da história do país. Um dos principais pontos do plano é o corte do teto da taxa sobre o lucro das empresas do atual patamar de 35% para apenas 15%, em linha com as promessas de campanha do presidente. Além disso, pela proposta, rendimentos de negócios com um único dono não serão mais taxados pela renda pessoal da pessoa, mas entrarão também na faixa dos 15% da renda corporativas.

Quer aprender a investir no exterior? Confira estes dois módulos grátis e faça seus investimentos

Adicionalmente, as taxas sobre as pessoas físicas seriam ajustadas e simplificadas para faixas mais largas. Outro ponto é a criação de uma taxa de repatriação de dinheiro de empresas aos EUA por uma taxa menor por um período determinado. Taxas sobre bens transmitidos via herança seriam limitadas. Chamou atenção da mídia local o fato de que o plano não conta com nenhum pacote de investimentos na infraestrutura como uma forma de tentar conquistar votos democratas nas casas legislativas.

Com a menor popularidade da história recente dos presidentes americanos em início de mandato, Donald Trump não conseguiu colocar na prática muitas de suas agendas antes dos 100 dias de mandato, que serão completados no final da semana. Assim, seu foco total deve ficar neste assunto no momento e Mnuchin, apesar de não ter dado uma data, declarou que o objetivo do governo é aprovar este plano “o mais rápido possível”.

Os mercados americanos, que já vinham de um desempenho bastante positivo nesta semana com o otimismo renovado após as eleições na França no último domingo (23), seguem a tendência positiva nesta quarta (26) após serem divulgados os detalhes do plano de impostos do presidente.

Dê a sua opinião!

0 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.