Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq 0,126% 7.432 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

Trump adota tom conciliatório em discurso e é elogiado por analistas

Trump adota tom conciliatório em discurso e é elogiado por analistas
(Shutterstock)

Muitos apresentadores de televisão dos EUA afirmaram que Donald Trump fez um pronunciamento “presidencial”

SÃO PAULO – O presidente dos EUA Donald Trump fez um discurso considerado bem-sucedido em sessão conjunta no Congresso local. Em seu pronunciamento, o republicano seguiu com seu tom nacionalista, mas o apresentou de maneira mais conciliatória e palatável para a audiência em Washington.

Em seu pronunciamento de pouco mais de uma hora, o presidente falou sobre imigração, segurança nacional, comércio internacional e criação de empregos, urgindo a população americana a “renovar o espírito americano” e trabalhar juntos para resolver vários desafios da nação no momento atual.

Após o discurso, vários apresentadores elogiaram as declarações, incluindo âncoras da NBC e da CNN. O presidente iniciou sua fala denunciando agressões contra centros judaicos nos EUA e o ataque contra dois indianos em Kansas, declarando que o país “se mantém unido em condenar o ódio e o mal em todas suas formas”.

Entre seus destaques, o republicano ainda apontou várias companhias que se comprometeram em criar empregos nos EUA desde que ele chegou ao poder, incluindo a Ford (F.N), a General Motors (GM.N) e o SoftBank (9984.T).

Trump ainda reiterou seu plano de cortar impostos sobre as empresas e trouxe uma posição mais favorável a imigração do que em pronunciamentos anteriores. “Eu acredito que uma reforma positiva e real na imigração é possível, desde que foquemos nas seguintes metas: melhorar empregos e salários para os americanos, fortalecer a segurança da nossa nação e restaurar o respeito pelas nossas leis”, declarou.

O presidente, mais uma vez, reforçou seu comprometimento com gastos em infraestrutura para acelerar a economia local e também reforçou seu compromisso com a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte). Os mercados em Nova York reagiram bem ao discurso mais conciliatório do republicano e operam em ritmo forte nesta quarta (1), na sequência de um rali que se estende desde a eleição de Trump no início de novembro.

Dê a sua opinião!

0 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.