Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq 0,027% 7.424 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

Novo mecanismo de checagem de fatos no Facebook pode consolidar seu domínio; entenda

Novo mecanismo de checagem de fatos no Facebook pode consolidar seu domínio; entenda

A rede social pode se blindar ainda mais contra disseminação de notícias falsas sem ter que focar esforços com isso

SÃO PAULO – O Facebook anunciou um plano nesta semana para combater as notícias falsas que se proliferam em seu site. A ideia depende, em parte, de instituições voluntárias que confiram os fatos para os usuários da rede. O site americano Barron’s Next afirma que o movimento é invariavelmente controverso, uma vez que aponta certas pessoas como guardiões da verdade.

Mas, do ponto de vista empresarial, deve permitir que o Facebook mantenha sua posição de anúncios dominante sem ter que gastar dinheiro em checadores de fatos ou outros empregados com essa função.

A gigante de tecnologia contará com a ajuda de quatro organizações independentes para policiar seu conteúdo. Se essas instituições pensarem que uma notícia está muito fora de realidade, ela será marcada assim e rebaixada no feed de notícias do Facebook.

A empresa destacou que combaterá falsificações e não opiniões políticas controversas. Mesmo que seja uma solução imperfeita, ela deve ajudar o Facebook, aponta o site, uma vez que a companhia terá uma posição invejável para divulgar fatos e opiniões mesmo que não crie nenhuma.

Ao contrário de companhias de mídia, que podem ser acusadas de ter um viés específico, o Facebook somente vende anúncios – não cria nenhum deles. Assim, é muito difícil categorizar a rede social como uma organização de mídia, mesmo que pessoas espalhem mentiras ou copiem materiais indevidamente. Enquanto tudo isso acontece, a empresa segue lucrando.

Dê a sua opinião!

2 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.