Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq -1,120% 7.713 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

A melhor notícia para Buffett em 2016 foi algo que ele nem queria; entenda

A melhor notícia para Buffett em 2016 foi algo que ele nem queria; entenda
(Shutterstock)

O maior investidor do mundo se beneficiou com a vitória de Trump, mas ele apoiava Hillary Clinton

SÃO PAULO – 2016 com certeza não foi um ano ruim para a Berkshire Hathaway: o conglomerado do megainvestidor Warren Buffett se valoriza cerca de 26% em 2016 até o momento, aponta o colunista do site Motley Fool Matthew Frankel. Contudo, boa parte dos ganhos se concentraram nas últimas seis semanas, período após a eleição de Donald Trump, o que é um fato bastante irônico quando se leva em conta que o Oráculo de Omaha apoiou publicamente a democrata Hillary Clinton.

Existem alguns motivos pelos quais as ações da empresa têm se valorizado com força desde a eleição, entre eles um dos principais é a adoção de políticas pró-crescimento por parte de Trump. Na prática, esse plano pode ajudar várias empresas que fazem parte do conglomerado de Buffett.

Adicionalmente, as seguradoras que estão no portfólio da Berkshire também podem se sair bem. A plataforma anti-regulações de Trump pode fazer as empresas pouparem dinheiro em compliance, por exemplo. Além disso, essas companhias também poderiam lucrar mais em um cenário de juros mais altos no país, o qual é bastante previsto para a administração do republicano.

Os bancos que fazem parte da cesta de investimentos da empresa são outra categoria que certamente se sairá bem com os juros maiores e fiscalização menor. Como se não bastasse, outras companhias que não contam com relação direta com as políticas de Trump e estão na carteira da Berkshire também têm se saído bem na bolsa, é o caso da IBM, por exemplo.

Dê a sua opinião!

2 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.