Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq -0,016% 7.826 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

Jogo da Nintendo é um sucesso de vendas, mas suas ações despencam 11%; isso faz sentido?

Jogo da Nintendo é um sucesso de vendas, mas suas ações despencam 11%; isso faz sentido?
(Shutterstock)

Avaliações negativas do “Super Mario Run” fazem com que as ações da gigante japonesa de jogos caiam vertiginosamente desde a semana passada

SÃO PAULO – As ações da desenvolvedora de jogos japonesa Nintendo despencam desde o lançamento de seu primeiro jogo para celulares, o Super Mario Run, na última quinta-feira (15), relata o site CNN Money. Os dados iniciais, no entanto, indicavam que o jogo seria um estrondoso sucesso. Ao ser lançado na App Store da Apple, o jogo chegou logo ao topo dos aplicativos mais comprados, com milhões de fãs gastando US$ 9,99 para liberar todos seus níveis, tornando-se o mais vendido em 11 países.

Contudo, os usuários não se mostraram satisfeitos com o produto que compraram. No início dessa semana, metade das 50 mil avaliações na loja virtual dos EUA eram ou negativas ou neutras, deixando o jogo com apenas 2,5 estrelas de um total possível de 5. A crítica também não foi favorável ao Super Mario Run, apontando sua falta de inovação e o fato de que ele se encerra muito rapidamente, não justificando o investimento que é considerado alto para a indústria.

Isso desapontou fortemente as expectativas do mercado, que esperava um grande sucesso de público e crítica, aponta o analista da Nomura Securities Junko Yamamura. Outro problema foi a decisão da Nintendo de cobrar uma grande taxa ao invés de múltiplas pequenas cobranças ao longo do jogo, levantando preocupações sobre até quando o jogo conseguirá levantar somas significativas de dinheiro.

“Só podemos esperar uma tendência de queda no futuro”, aponta Yamamura. A Nintendo não é a única a sofrer com o acontecido. A DeNa, que foi a empresa responsável pelo desenvolvimento do Super Mario Run viu seus papéis despencarem 14% desde seu lançamento. Mesmo antes do jogo ser disponibilizado, muitos analistas já se mostravam céticos, principalmente pelo fato do lançamento ser exclusivo para produtos Apple assim como a questão da taxa única.

O Super Mario Run não repetiu o modelo de negócios mais popular para o setor, que inclui um jogo completamente gratuito, mas com várias opções extras pagas que garantem acesso a mais funções. Existem jogos para celular que conseguem trazer, sozinhos, renda de cerca de US$ 1 bilhão por ano com esse funcionamento e era esse patamar que os investidores esperavam que a Nintendo trouxesse, o que muito provavelmente não acontecerá.

Dê a sua opinião!

4 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.