Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq -0,072% 7.854 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

Fracasso: apenas 5% dos usuários pagaram para jogar Super Mario Run

Fracasso: apenas 5% dos usuários pagaram para jogar Super Mario Run
(Shutterstock)

Números trouxeram receita extremamente baixa para a companhia e mostraram que ela não soube se posicionar no mercado de celulares corretamente

SÃO PAULO – Mais notícias ruins para a primeira empreitada da Nintendo (7974.T) no mundo dos jogos para celulares. O Super Mario Run foi lançado no último dia 15 de dezembro exclusivamente para os dispositivos da Apple (AAPL.OQ), mas só é possível acessar as primeiras fases gratuitamente, sendo necessário pagar US$ 10 para jogar o jogo completo. O preço, considerado alto para o setor, fez com que sua aceitação fosse baixa. Mesmo sendo baixado 78 milhões de vezes, apenas 5% dos usuários optaram por comprar o jogo completo, com os outros 95% dos usuários decidindo não investir seu dinheiro no aplicativo.

Isso faz com que o jogo tenha gerado uma quantidade de receita surpreendentemente pequena: algo em torno de US$ 40 milhões, o que é considerado muito pouco quando se vê a receita anual bilionária que jogos como o Clash of Clans trazem, por exemplo. Vale lembrar que essa é uma conta otimista, o número pode ser ainda pior, aponta o site Business Insider.

Desde seu lançamento, o jogo foi imensamente criticado por conta de seu alto preço e seu modelo que não permite a jogabilidade completa sem pagamento. Seus principais concorrentes optam por outros modelos, com os dispositivos todos gratuitos e os jogadores desembolsando seu dinheiro para comprar funcionalidades extras ou vantagens. As ações da empresa perderam bastante valor desde o lançamento e ela tem aprendido a lição de como se posicionar no mercado da maneira mais difícil.

Dê a sua opinião!

2 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

1 comentário

  1. Eu sou jogadora do Mario Rum. Digo por muitas outras pessoas, eu acho.
    A versão corrida é bem mais divertida pois vc compete com outros jogadores.
    Assim como outros aolicativos como o facebook,poderia ter todas as fazes gratuitas… Garanro que o criador do game iria ser muito bem recompensado. Não precisaria dos 10 dolares ou dos 27 resis…
    Parabéns pela criação do game,mas muitos ainda preferem os emuladores por não ter que pagar…

    Responder

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.