Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq 0,027% 7.424 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

Bitcoin segue em sequência de alta e se aproxima de sua máxima histórica

Bitcoin segue em sequência de alta e se aproxima de sua máxima histórica
(Shutterstock)

Moeda virtual se valoriza com força nos últimos dias, principalmente por conta de notícias que um ETF que investe nela pode ser legalizado nos EUA em breve

SÃO PAULO – O bitcoin se valoriza com força nos últimos dias, chegando muito próximo de seu maior valor histórico de US$ 1.140 nesta quarta-feira (22). A moeda digital é cotada atualmente a US$ 1.125. A recente força no bitcoin acontece em meio a especulações de que a SEC (Securities Exchange Comission) aprovará pelo menos um dos três ETF (Exchange Trades Funds) de bitcoins apesar das preocupações de analistas de que nenhum deles seria aprovado.

A criptomoeda disparou mais de 40% desde um fundo atingido dia 11 de janeiro deste ano na sequência de rumores que a China pararia seus negócios com ela. O rali atual acontece mesmo após o gigante asiático ter adotado uma taxa em todas as transações com o bitcoin e as duas maiores bolsas dele no país estarem bloqueando saques.

Quer saber como você pode investir no exterior de maneira legal e segura? Clique aqui para participar de aula gratuita sobre o assunto!

Dê a sua opinião!

1 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.