Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq 1,236% 7.426 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

Banco vê China acelerando em 2017 e mercado pode disparar 60%; veja qual

Banco vê China acelerando em 2017 e mercado pode disparar 60%; veja qual
(Shutterstock)

Para estrategista do SaxoBank, o mercado em Shanghai pode se valorizar com força caso a China estimule seu crescimento

SÃO PAULO – O dinamarquês SaxoBank divulgou seu relatório “Outrageous Predictions 2017”, onde faz diversas previsões heterodoxas para a economia mundial para o próximo ano. Mesmo não sendo um documento oficial do banco, ele desenha vários cenários que podem vir a se concretizar. Em relação à China, uma possibilidade é que ela consiga acelerar o crescimento de seu PIB (Produto Interno Bruto) para um patamar de 8% e puxe o índice de Shanghai para a casa dos 5 mil pontos, o que representa um potencial de valorização de 61,29% em relação ao fechamento do dia 23 de dezembro de 2016.

Com o consenso apostando que o gigante asiático vá colocar um freio em seu crescimento no ano que vem, o grande ponto do estrategista Peter Garnry é que o poder de fogo da nação e sua vontade de usá-lo pode estar sendo subestimado pelo mercado. Claro que é importante levar em conta que os investimentos elevados do governo local e o nível de endividamento do país sustentam as expectativas de uma parada na aceleração econômica, aponta o SaxoBank em primeiro lugar.

Assim, a China sabe que precisa mudar a sua orientação econômica para que ela seja mais voltada para o setor privado. Contudo, o país pode usar massivos estímulos com políticas fiscais e monetárias, além de abrir seus mercados de capitais e, com isso, chegar a um crescimento de 8% em 2017.

Adicionalmente, a antiga correlação entre o crescimento chinês e o mercado de commodities ficaria para trás, com a economia do país se voltando para o setor de serviços, que já é responsável por 48% do PIB do país atualmente. A euforia sobre o consumo local traria mais ânimo para o mercado e isso justificaria a alta estimada no índice em Shanghai no próximo ano.

Dê a sua opinião!

1 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.