Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq -1,120% 7.713 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

Apple e Nintendo unem forças e ambas podem lucrar muito juntas no futuro

Apple e Nintendo unem forças e ambas podem lucrar muito juntas no futuro
(Shutterstock)

Para colunista, as duas companhias podem se unir e redefinir a maneira como as pessoas compram jogos online

SÃO PAULO – A Nintendo e a Apple precisam mais uma da outra do que pode parecer a princípio, aponta o site americano Motley Fool. O colunista Rick Munarriz destaca que o primeiro jogo para celulares da japonesa, o Super Mario Run, foi lançado exclusivamente para dispositivos da americana na semana passada, enquanto nessa semana vimos o jogo Pokemon Go ser lançado no Apple Watch, sendo o primeiro relógio em que ele está integrado.

A produtora de jogos relata que aconteceram 40 milhões de downloads do Super Mario Run na Apple Store em seus primeiros quatro dias após o lançamento. Contudo, a alta quantidade inicial não significa que o jogo será um sucesso financeiro, uma vez que seu download é gratuito e relatórios indicam que menos que 10% dos jogadores pagaram a taxa de US$ 10 para desbloquear mais níveis.

Mesmo assim, para o colunista, faz todo sentido do mundo a Nintendo se aliar à Apple, uma vez que mesmo o sistema Android tendo uma base maior, os fãs da Apple tendem a gastar mais dinheiro. Com isso, ao mirar no iPhone e no iPad, a produtora de jogos está apostando que mais pessoas pagarão o preço salgado pelo jogo, uma tese que ainda precisa se provar verdadeira ou não. Pode se tornar um hábito comum as pessoas comprarem jogos por um preço mais alto e, se isso acontecer, as duas empresas se ajudarão muito.

No entanto, a relação entre as duas companhias já foi turbulenta no passado, com o presidente da Nintendo dos EUA atacando a Apple em 2010, em uma época em que os aparelhos da americana estavam corroendo a popularidade do sistema portátil da japonesa. “Não parece que a plataforma deles será rentável para o desenvolvimento de jogos, porque muitos deles são gratuitos versus os downloads pagos”, disse o executivo na oportunidade.

 

Dê a sua opinião!

0 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.