Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq 0,126% 7.432 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

Apple e Netflix estão entre as 40 ações que subiram mais de 1.000% desde 2009

Apple e Netflix estão entre as 40 ações que subiram mais de 1.000% desde 2009
(Shutterstock)

Mercado americano passa por uma forte valorização e mercado ainda pode trazer mais altas

SÃO PAULO – Desde março de 2009, quando atingiu seu fundo por conta da forte recessão, o mercado de ações nos EUA só tem visto altas e mais altas, fazendo com que o S&P 500, nesses oito anos, tenha marcado valorização de 250%, aponta o site MarketWatch.

Clique aqui para participar de aula gratuita sobre como investir no exterior de maneira legal e segura!

Das 500 ações que fazem parte do benchmark, pouco mais de 400 dobraram de valor desde 2009 e 40 delas conseguiram disparar 1.000% ou mais, multiplicando o valor investido em dez vezes.

(Factsect)

No entanto, mesmo esse número fica pequeno quando se observa que 10 desses papéis conseguiram subir 2.000% ou mais nesse período. A maior das altas é a GGP Inc. (GGP.N), empresa do setor imobiliário que disparou 7.723% saindo do fundo do mercado para ter essa histórica alta. Ainda estão entre as principais altas empresas conhecidas do grande público como a Netflix (NFLX.OQ), Amazon (AMZN.OQ), Starbucks (SBUX.OQ) e a Apple (AAPL.OQ).

Muitos analistas atribuem esta forte alta ao programa de Quantative Easing do Fed (Federal Reserve) iniciado ainda em meio ao momento mais forte da crise em 2008. Com a autoridade monetária se preparando para acabar com o apoio ao mercado em breve e apertando a política monetária, o futuro próximo do mercado de ações nos EUA é incerto.

Quer saber como você pode investir no exterior de maneira legal e segura? Clique aqui para participar de aula gratuita sobre o assunto!

Dê a sua opinião!

4 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.