Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq -0,046% 7.826 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

3 excelentes ações para comprar e não vender nunca mais na vida

3 excelentes ações para comprar e não vender nunca mais na vida
(Shutterstock)

As vezes basta escolher bem uma ação e mantê-la na carteira para ter muito dinheiro no futuro

SÃO PAULO – Uma das melhores maneiras de se dar bem no mercado de ações ao longo do tempo é comprar companhias com fortes marcas. Enquanto todo investimento tem risco, comprar um papel consolidado, com bastante chance de sucesso no futuro, pode ser uma boa oportunidade para se garantir. Assim, o colunista do site Motley Fool John Ballard lista três ações para comprar e nunca mais vender na vida.

1 – Walt Disney (DIS.N)
A Disney está vindo de um ano recorde com US$ 7,5 bilhões em bilheteria global, batendo o recorde da indústria e, como se não bastasse, 2017 parece vir mais forte ainda. Apenas “A Bela e a Fera” já rendeu perto de US$ 1 bilhão e este ano ainda conta com vários outros blockbusters pela frente, com lançamento na franquia Star Wars, Guardiões da Galáxia e Carros, por exemplo.

Esses filmes muito provavelmente trarão receitas robustas, mas não só isso: ajudarão a elevar as vendas de brinquedos licenciados e podem ajudar a aumentar o interesse nos parques temáticos do grupo. A empresa é um conglomerado de entretimento que remonta gerações e conta com uma biblioteca gigantesca, com os mesmos personagens que tinham apelo há 70 anos cativando as atuais crianças, o que é um sinal de uma marca que não envelhece.

2 – Amazon (AMZN.OQ)
A filosofia de foco total no cliente rendeu milhões de compradores fiéis à companhia e ela, atualmente, está dominando o varejo online, com uma enorme seleção de bens e produtos a preços competitivos e um ótimo serviço. Adicionalmente, ela ainda conta com seu programa de fidelidade pago Prime que permite ganhar frete grátis com prazo de dois dias e escolher filmes e séries para assistir online, garantindo assim a adesão de 70 milhões de pessoas.

No total, a empresa gerou US$ 136 bilhões em receita em 2016, uma alta de 27% em relação a 2015 e ela ainda está em seus primeiros passos. De acordo com estudos da área, com o crescimento internacional, o varejo online no geral pode movimentar US$ 27 trilhões em 2020. Assim, existem oportunidades de crescimento tanto nos EUA quanto no resto do mundo.

3 – Activision Blizzard (ATIV.OQ)
A indústria de videogames é um dos maiores braços do entretenimento no mundo, com uma receita anual de US$ 100 bilhões e crescendo. Assim, o colunista afirma que a Activision Blizzard é sua escolha preferida entre as empresas do setor, uma vez que cinta com algumas das marcas mais vendidas de jogos para computadores, celulares e consoles.

A empresa é dona de sete franquias que geraram ao menos US$ 1 bilhão em receitas. Em 2016, jogadores passaram cerca de 43 bilhões de horas em seus jogos, com um nível de engajamento comparável ao Netflix (NFLX.OQ). Assim, em uma indústria com um futuro forte pela frente, esta pode ser uma excelente escolha de investimento no final das contas.

Dê a sua opinião!

2 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.