Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq -1,120% 7.713 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

2 ótimas pagadoras de dividendos para manter na carteira até seus netos

2 ótimas pagadoras de dividendos para manter na carteira até seus netos
(Shutterstock)

As duas companhias selecionadas são gigantes americanas com forte histórico de distribuição de proventos para seus acionistas

SÃO PAULO – Como escolher uma boa pagadora de dividendos? Existem várias maneiras para responder essa questão, dependendo de suas necessidades como investidor e perfil de risco. Muitos tendem a olhar para o dividend yield, que, no momento, está em uma média de 1,9% no S&P 500. Outro critério é ver quais são as empresas que aumentam seu pagamento de dividendos anualmente – na bolsa americana é comum encontrar companhias aumentando seus pagamentos todo ano há 25 anos, com histórico sólido e yields atrativos.

Quer aprender a investir no exterior? Confira estes dois módulos grátis e faça seus investimentos

Para quem olha o longo prazo, o aumento sequencial de pagamentos de proventos e a solidez do negócio parecem ser os aspectos mais importantes e, assim, o colunista do site Motley Fool Jeremy Bowman lista duas companhias que têm tudo para serem aristocratas dos dividendos no futuro e podem ser compradas para manter na carteira por gerações.

1 – Starbucks (SBUX.OQ)
No tempo de uma geração, a Starbucks passou de uma pequena rede de cafés para a segunda maior companhia de restaurantes do mundo. Muito já se falou sobre a companhia ser apenas uma fase passageira, mas ela segue se expandindo agressivamente, adicionando mais de 2 mil lojas no ano passado, chegando a 25 mil ao redor do mundo.

A empresa começou a pagar dividendos em 2010 e, desde então, aumentou seu pagamento em mais de 20% anualmente, quintuplicando seu pagamento de proventos trimestrais ajustado. Com um payout de 51%, a companhia ainda tem muito espaço para aumentar sua distribuição aos acionistas mesmo que não tenha um aumento em seus ganhos. Fora isso, ela ainda conta com excelentes oportunidades de crescimento no longo prazo, incluindo com novas marcas e expansão mais agressiva em grandes mercados como a China, por exemplo.

2 – Nike (NKE.N)
Como a Starbucks, a Nike domina sua indústria e controlou o mercado ao longo das décadas. Com suas vantagens de marca e distribuição e sua liderança, a empresa segue superando seus concorrentes. A produtora de materiais esportivos paga dividendos desde a década de 1980 e vem aumentando seu pagamento anual desde 2004. O yield do papel segue em 1,3% e deve permanecer modesto, mas, conforme a companhia for crescendo cada vez mais, os proventos também devem aumentar continuamente.

Tanto a Nike quanto a Starbucks programaram metas ousadas de crescimento. A Starbucks parece estar dentro de seu objetivo de chegar a uma receita de US$ 30 bilhões até 2020, enquanto prevê seu EPS (Lucro por Ação, na sigla em inglês) aumentar entre 15% a 20% ao longo dos próximos cinco anos. A Nike, por sua vez, mira uma receita de US$ 50 bilhões em 2020, com crescimento em seu EPS na casa dos 15%. Ambas as empresas conseguiram superar metas semelhantes no passado e devem conseguir de novo e, com esse aumento, seus dividendos devem seguir o mesmo caminho para cima.

Dê a sua opinião!

1 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.