Dow Jones 0,061% 22.660 pts
S&P 500 -0,261% 2.545 pts
Nasdaq 1,236% 7.426 pts
Ibovespa -0,284% 85.135 pts
Dólar R$ 3,315
Euro R$ 4,040
Veja Mais

2 ações de baixo risco para investir e lucrar muito no longo prazo

2 ações de baixo risco para investir e lucrar muito no longo prazo
(Facebook)

É possível encontrar no mercado americano investimentos para todos os perfis de risco, desde os mais conservadores até os mais arriscados

SÃO PAULO – Quando o assunto é risco, nem todas as ações são iguais. Diferentes fatores como a qualidade do negócio, previsibilidade ou valuation podem mudar completamente o investimento em um papel ou não. Com isso, existem várias aplicações que podem oferecer um risco menor ou maior na bolsa. O colunista do site Motley Fool Daniel Sparks aponta dois papéis de baixo risco que podem ser uma boa escolha para os investidores: a Disney e a Berkshire Hathaway.

Qualidade do negócio
Ambas as empresas representam o melhor dos papéis negociados em bolsa nos EUA. A qualidade de suas finanças é indisputável, com balanços muito fortes e propensão para gerar caixa em excesso que só vem melhorando nos últimos anos, o que leva a um rápido crescimento em seus fluxos de caixa. Adicionalmente, cada uma dessas companhias conta também com fortes vantagens competitivas e estão posicionadas de forma a manter suas boas posições financeiras e seu crescimento de valor por ação intrínseco no longo prazo.

A Disney se beneficia tanto com a escala de seus recursos de mídia quanto com as marcas sob esses recursos de uma maneira que nenhum de seus concorrentes pode. Já a Berkshire conta com Warren Buffett e Charlie Munger em seu comando, o que faz com que não seja surpresa nenhuma ela ser uma das companhias mais sustentáveis do mundo.  Entre as marcas que estão no portfólio da Berkshire estão a Coca-Cola, American Express e Wells Fargo.

Previsibilidade
Nesse assunto, muito provavelmente a empresa de Warren Buffett é o maior destaque no mercado dos EUA. O megainvestidor é conhecido por sua tendência a preferir investimentos em negócios simples e entendíveis. Além disso, os investimentos da Berkshire têm um histórico bastante extenso de lucratividade.

Os negócios da Disney, por sua vez, contam com uma previsibilidade menor, especialmente no curto prazo, uma vez que são muito dependentes de seu sucesso na mídia. No entanto, a grande popularidade das marcas da empresa, incluindo o canal de esportes ESPN, é um fator que ajuda bastante a empresa.

Valuation
Ambos os papéis são negociados, atualmente, com valuations bastante conservadores. Eles negociam em uma relação preço sobre lucro na casa de 17 a 18 vezes, o que é considerado relativamente barato, uma vez que seus históricos anualizados de crescimento de EPS (Lucro por Ação, na sigla em inglês) anuais nos últimos cinco anos estão na casa de 13% para a Berkshire e de 18% para a Disney.

No geral, ambos os investimentos são ótimas escolhas para investidores que não querem muito risco, aponta o colunista. Enquanto a Disney conta com um valuation mais barato, a Berkshire se destaca no quesito de previsibilidade de seus investimentos e ambas as companhias recebem nota dez na qualidade de seus negócios.

Dê a sua opinião!

2 0
Foto de perfil de Leonardo Uller
Escrito por
Jornalista econômico vencedor do prêmio Especialistas da revista Negócios da Comunicação no setor Financeiro em 2015. É o editor responsável pelo FinNews. E-mail: leonardo.uller@finnews.com.br

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados *

Você também pode utilizar estas HTML tags e atributos <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Senha perdida

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.